Buscar

Luzes podem levar a ataque epiléptico?

A epilepsia fotossensível é ocorre quando as convulsões são desencadeadas por luzes intermitentes ou padrões contrastantes de luz e escuridão. 1% da população tem epilepsia e dessas pessoas, em torno de 3% têm epilepsia fotossensível.



Efeitos intermitentes ou padronizados de luz podem fazer com que as pessoas (com ou sem epilepsia) se sintam desorientadas, desconfortáveis ou indispostas. Isso ocorre por uma resposta das células da retina ( fundo do olho ) determinada geneticamente e presente em cerca de 7,6 % das pessoas. Apenas uma pequeno porcentual dos fotossensíveis terá epilepsia .

Importante procurar sempre o neurologista após uma crise de convulsão e identificar estímulos que ocorreram antes da crise . Procure também o oftalmologista, este .poderá realizar testes oftalmológicos com o ERG multifocal que são capazes de determinar se o paciente e fotossensível , além de prescrever lentes corretivas adequadas para diminuir os estímulos.


#Fotossensibilidade #albhyoftalmologia #luz #epilepsia